Do MP ao Senado: Alfredo Gaspar pode disputar vaga no Senado pelo PSB


O nome do procurador Alfredo Gaspar de Mendonça, já estava sendo projetado por analistas políticos como candidato ao Senado Federal desde o início do ano. Assim como a disputa pelo cargo político, a filiação pelo PSB também já estava prevista. Durante o mês de março, a legenda abriu uma campanha para filiação, no entanto ainda não era possível ter certeza da união de Gaspar com o PSB.

Segundo o procurador, o anúncio da aliança ainda não foi anunciado, porque ele estava focado nas atividades do Ministério Público Estadual. Pessoas ligadas ao procurador afirmaram que sua posição já está definida, já que Gaspar ganhou ainda mais destaque após desempenho em pesquisas qualitativas e quantitativas de intenção de votos.


O chefe do Ministério Público de Alagoas tem até o dia 07 de abril para se filiar a um partido, após este prazo, terá até o dia 15 de agosto para registrar sua candidatura. A estratégia de Alfredo, é fazer a filiação partidária dentro do prazo, e só entre o período de abril e agosto decidir se vai, ou não se desligar do MP.

Nesse caso, Alfredo ficaria no MP durante um curto período de tempo, referente ao registro e a eleição, para só pedir a demissão se for eleito.

Na corrida para o Senado, Alfredo Gaspar deve contar com nome como Marx Beltrão (MDB), Maurício Quintella (PR), Renan Calheiros (MDB) e Benedito de Lira (PP). Este ano, duas vagas estão em disputa no Senado Federal por Alagoas.

 

Fonte: A notícia