Prefeitos indicam Rosiana Beltrão como representante de Alagoas na diretoria da CNM


15 Fev, 2018

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) é um ponto fora da curva, na política nacional. Comandada há duas décadas pelo gaúcho Paulo Ziulkoski, transformou-se na maior entidade municipalista da América Latina.


Muitos, dos 5.700 municípios brasileiros ainda estão de pé graças às ações e o apoio da CNM, que se consolidou numa organização independente e respeitada em Brasília –  apesar dos pesares.

Ilustre desconhecida do povão
Fundada em 1908, a maioria da população nem conhece ou ouviu falar na CNM, mas os prefeitos sabem que sem a confederação o trabalho da bancada federal em Alagoas teria muito menos força. Aliás, se os municípios dependessem apenas do trabalho da bancada, muitos teriam fechado as portas.

Eleição
No próximo dia 19 termina o prazo para a inscrição das chapas para a eleição, que acontecerá no dia 2 de março. A tendência é a permanência de Paulo Ziulkoski no comando, com a prefeita Rosiana Beltrão, de Feliz Deserto, na diretoria.

Rosiana é um nome acertado. Os prefeitos reconhecem o legado da ex-presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA 2003-2006), que deu o pontapé para o fortalecimento da entidade.

No dia 2 de março prefeitos de todo o país escolherão, em eleição por meio de assembleia-geral, os novos representantes para o período 2018-20121. O Estado de Alagoas estará bem representado.